in

8 Benefícios do Chá de Cúrcuma – Para Que Serve e Como Fazer

 

Muito indicado para auxiliar em alguns tratamentos por conter diversos benefícios medicinais, o chá de cúrcuma oferece propriedades anti-inflamatórias e conta com diversos nutrientes que colaboram para manter a saúde do nosso corpo e a boa forma. Dentre elas, podemos destacar a presença de ferro, vitamina B6, fibras e potássio.

Entretanto, o principal ativo da cúrcuma é a curcumina, que garante a sua pigmentação característica e também é o ingrediente que atribui ao chá de cúrcuma propriedades que reforçam o sistema imunológico, contribuindo em tratamentos para diminuir sintomas da artrite, complicações cardiovasculares e diabetes, por exemplo.

O que é e para que serve a curcumina?

Para entender os principais benefícios medicinais do chá de cúrcuma, é primordial que conheçamos um pouco mais sobre o princípio ativo que oferece as propriedades medicinais ao chá de cúrcuma – a curcumina, encontrada na raiz da cúrcuma.

A raiz da cúrcuma ou açafrão-da-terra é muito conhecida na Ásia e na Índia, tanto pelas suas qualidades medicinais quanto pelo seu uso na cozinha como tempero. A curcumina foi identificada e estudada isoladamente no ano de 1815 e, após ter sua estrutura química totalmente desvendada, serviu como base para diversas pesquisas.

Nos estudos, a curcumina se destacou por oferecer benefícios a diversos sistemas do corpo humano de maneira simultânea e harmonicamente, passando a ser indicada para auxiliar no tratamento de muitos problemas de saúde, como dores e inflamações, controle do açúcar no sangue e retardando os efeitos do Alzheimer. Graças à curcumina, o chá de cúrcuma apresenta as propriedades medicinais que veremos abaixo.

Para que serve o chá de cúrcuma e seus principais benefícios

Na milenar medicina chinesa, o chá de cúrcuma tem sido aproveitado como aditivo para tratamento contra a depressão e alguns transtornos provenientes do sistema nervoso há milhares de anos. Segundo eles, os princípios ativos da raiz estimulam o organismo e promovem a melhora do humor à medida em que aumentam os níveis de serotonina do organismo.

O chá de cúrcuma é a maneira mais popular de se aproveitar de todos os benefícios da curcumina. Possui um sabor único, levemente amargo e picante, e o aroma remete à mostarda. Ao ingerirmos o chá de cúrcuma, mandamos para o nosso organismo nutrientes com funções antioxidantes, proteção imunológica e ações anti-inflamatórias, além de auxiliar no combate de algumas doenças.

1. Diminui as taxas de colesterol ruim no sangue

Um estudo publicado pela US National Library of Medicina National Institutes of Health, de 2008, descobriu que apenas uma dose baixa de curcumina ajuda a reduzir os níveis de colesterol ruim (LDL) e colesterol total no sangue. As altas taxas de colesterol ruim no sangue representam, sabidamente, um dos principais motivos de doenças cardíacos e cardiovasculares atualmente.

O excesso de colesterol LDL pode se fixar, sem demonstrar sintomas, na cavidade interna das artérias e, lentamente, formar uma placa chamada de ateroma. Essas placas obstruem a passagem do sangue pelas artérias, o que fatalmente acaba causando os infartos agudos do miocárdio e derrames, como o AVC. A curcumina age diretamente nesse sentido, sendo capaz de reduzir em até 17% o risco de ataques cardíacos.

2. Ajuda no controle da diabetes

Os estudos do uso da curcumina para tratamento de diabetes e obesidade alcançou resultados magníficos, onde ficou claro que a curcumina (e o chá de cúrcuma, consequentemente) é capaz de inibir o processo de formação e da liberação das enzimas pró-inflamatórios (ação anti-inflamatória).

Por mais incrível que pareça, essa propriedade anti-inflamatória e as propriedades antioxidantes da curcumina influenciam diretamente no controle da diabetes. Enquanto os antioxidantes trabalham para reduzir os radicais livres, os agentes anti-inflamatórios dão mais poder à resistência da insulina do nosso corpo, reduzindo os índices glicêmicos em portadores de diabetes tipo 2 e obesos.

3. Melhoria das condições respiratórias/pulmonares

As mesmas características anti-inflamatórias e antioxidantes que auxiliam no controle da diabetes também podem influenciar diretamente na nossa respiração. Uma pesquisa farmacológica publicada pela Science Direct, de janeiro de 2017, concluiu que, apesar de contribuir de maneira limitada, o chá de cúrcuma ajuda a reduzir os sintomas de algumas doenças pulmonares, como a asma, fibrose pulmonar e cística e outras doenças pulmonares crônicas.

Além disso, os estudos sugeriram que, possivelmente, o chá de cúrcuma pode exercer um papel fundamental no tratamento do câncer de pulmão. Entretanto, o mesmo estudo também afirma que as evidências dos benefícios do chá de cúrcuma para tratar câncer de pulmão ainda carecem de análises mais aprofundadas.

4. A utilização do chá de cúrcuma para ajudar o tratamento de câncer

Diversos estudos já comprovaram que a curcumina possui ações antitumorais que agem no intuito de limitar o desenvolvimento das células cancerígenas em nosso corpo. Uma revisão de literatura médica de 2014, também publicada pela US National Library of Medicina National Institutes of Health revelou a existência de mais de 2000 artigos que continham as palavras chaves ‘curcumina’ e ‘câncer’, demonstrando que o uso da curcumina para tratamento do câncer está sendo arduamente estudado.

Aliás, a ação anticancerígena que a curcumina estabelece no organismo já é reconhecida clinicamente, segundo publicou o mesmo instituto, pois os antioxidantes e as propriedades antinfilamatórias agem diretamente no sistema imunológico, reduzindo a proliferação das células cancerígenas.

5. Ajuda no tratamento de Alzheimer

Sabemos que, por enquanto, o Alzheimer não tem cura, infelizmente. É uma doença degenerativa que altera diversas capacidades cognitivas, como a memória e as emoções. Entretanto, enquanto a cura não é possível, o chá de cúrcuma pode contribuir de maneira positiva para impedir a progressão da doença.

Estudos demonstraram que a curcumina possui habilidades terapêuticas capazes de proteger as células nervosas dos danos causados pelos radicais livres, moderando e controlando a neurodegeneração, fator essencial para reduzir a Doença de Alzheimer.

Causando efeitos adversos irrisórios, a curcumina apresentou eficácia semelhante ao donepezil, um fármaco aprovado para o tratamento de Doença de Alzheimer (DA). Interessante observar que dois estudos demonstram que a incidência da Doença de Alzheimer é mais alta nos Estados Unidos e países europeus quando comparado com países asiáticos, onde o consumo da curcumina é mais popular.

A cúrcuma apresenta mais de 200 compostos bioativos, e os ingredientes bioativos principais são os curcuminoides, representado nesse cenário pela curcumina. Dentre as conclusões do estudo, é possível destacar a manutenção das funções neurodegenerativas e a melhora das funções cognitivas.

6. Diminui os sintomas da Síndrome do Intestino Irritável

Quem sofre de Síndrome do Intestino Irritável pode ter contrações com dores frequentemente, geralmente causada por flatulências e cólicas. A síndrome do intestino irritável é uma doença crônica que atinge diretamente o intestino grosso e exige acompanhamento médico.

Entretanto, a curcumina apresentou propriedades que podem auxiliar o tratamento da síndrome. Os estudos com a curcumina descobriram que a substância ajudou a diminuir o tempo em que a comida passa do estômago para o intestino. Isso faz com que as contrações sejam menores, o que, consequentemente, diminui as dores.

7. Combate os sintomas da artrite

As fortes propriedades contra inflamação presentes no chá de cúrcuma devido à curcumina agem diretamente no organismo, diminuindo a inflamação das articulações, o inchaço e aliviando as dores de quem sofre com artrites. O efeito analgésico permite que a pessoa recupere a mobilidade ao aliviar as dores nas articulações.

Estudos realizados em 206 americanos que se autodeclaram portadores de artrite mostraram que 63% relataram melhora nas dores ao utilizar o chá de cúrcuma para aliviar os sintomas. Além do mais, um estudo clínico demonstrou que 58% dos pacientes com osteoartrite relataram melhora nos sintomas após consumir cúrcuma regularmente.

8. Proteção ao fígado, vesícula e melhora das condições hepáticas

A curcumina age em nosso organismo de diversas formas, inclusive executando funções protetivas para a vesícula, estômago e fígado. Os estudos da substância demonstraram que ela pode aumentar a produção da bile no sistema digestivo ao mesmo tempo em que protege as células do fígado contra possíveis danos causados por substâncias químicas associadas à bile, o que incide também na vesícula e no estômago.

Como fazer chá de cúrcuma

As propriedades que o chá de cúrcuma oferece são ótimas para o sistema imunológico no geral. O mais interessante é que você pode fazer o chá de cúrcuma em casa e ajudar a manter seu corpo em boa forma.

Para fazer o chá de cúrcuma, você vai precisar apenas de água e da cúrcuma, mas também pode acrescentar outras especiarias para potencializar os efeitos e melhorar o sabor, como o gengibre, mel, limão, canela, cravo, etc.

Ingredientes:

  • 2 colheres de chá de cúrcuma em pó;
  • 1 litro de água.

Modo de preparo:

Ferva a água e em seguida junte a cúrcuma. Se for adicionar algum outro ingrediente, esse é o momento ideal. Experimente adicionar uma colher de gengibre ralado, mel ou um limão espremido.

Deixe cozinhar de 05 a 10 minutos, desligue o fogo, abafe por alguns minutos e depois coe a mistura. Espere esfriar um pouco para depois consumir.

Se quiser inovar no modo de fazer o chá de cúrcuma, pode experimentar a receita cremosa do chá de cúrcuma. Para essa receita, além de 2 xícaras de água e de 2 colheres de cúrcuma, você também vai precisar de:

  • 2 colheres de leite de coco;
  • 1 colher de gengibre ralado;
  • 1 pitada de pimenta-do-reino;
  • 1 colher (chá) de mel;
  • 1 colher de canela em pó ou em lascas;
  • 1/2 colher de essência de baunilha.

Modo de preparo:

Em uma panela, ferva 02 xícaras de água e em seguida adicione 02 colheres de cúrcuma, o gengibre e deixe ferver por alguns minutos. Em outro recipiente, aqueça o leite de coco, mel, canela, baunilha e a pimenta-do-reino. Depois, incorpore essa mistura ao chá de cúrcuma e sirva quente.

Lembre-se de consumir o chá ainda morno, para aproveitar todas as suas propriedades. Para ajudar na absorção dos nutrientes adequadamente, o chá de cúrcuma também pode ser tomado com outros líquidos que contêm gorduras saudáveis, como o leite integral, leite de amêndoa, leite de coco ou até 01 colher de sopa de óleo de coco. O indicado é consumir o chá de duas a três vezes ao dia.

A maioria das pesquisas em adultos indica que é seguro utilizar de 400 a 600 mg de açafrão-da-terra em pó puro, de duas a três vezes ao dia, ou de 1 a 3 gr por dia de raiz de cúrcuma ralada ou seca. Vale lembrar que utilizar a raiz da cúrcuma é a melhor maneira de garantir um produto puro.

Possíveis riscos e complicações do chá de cúrcuma

É importante frisar que o excesso de curcumina no organismo também pode trazer transtornos ao mesmo. Apesar de ser utilizada com frequência desde a antiguidade, se a cúrcuma for consumida em excesso pode intoxicar o sistema imunológico, principalmente em pessoas que já sofreram com inflamação da vesícula biliar e úlceras estomacais, tendo em vista que a cúrcuma aumenta a acidez do estômago.

Também vale lembrar que a cúrcuma pode causar um efeito de afinamento no sangue. Dessa maneira, pessoas que fazer o uso regular do chá de cúrcuma e serão submetidas a algum tipo de processo cirúrgico devem interromper o uso da substância 15 dias antes do procedimento.

Porém, se consumido com responsabilidade, o chá de cúrcuma trará benefícios a qualquer pessoa, tendo em vista que a curcumina alavanca a proteção do sistema imunológico de um modo geral; entretanto, as pessoas que sofrem com problemas inflamatórios podem ser as maiores beneficiadas.

Referências adicionais:

Você já experimentou o chá de cúrcuma? O que achou dos benefícios listados acima? Pretende inseri-lo com mais frequência na sua dieta? Comente abaixo!

Avatar

Written by admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Chá Calmante – 15 Melhores, Como Fazer e Dicas

15 Melhores Fontes de Proteína Vegetal