Carne de soja: descubra a verdade se faz mal ou faz bem?

0

Vamos entender se a carne de soja faz mal ou faz bem à saúde, conhecer as principais propriedades deste alimento e algumas dicas de como utilizar no seu dia a dia.

Com o aumento expressivo dos índices de obesidade, excesso de peso e também com o aumento da incidência de inúmeras doenças, muitas pessoas começaram a buscar uma vida mais saudável através do consumo de outros alimentos, inclusive vegetarianos, que podem auxiliar na melhoria da saúde como um todo.

Os produtos à base de soja, entre eles a carne de soja, estão entre os mais procurados neste sentido, com a promessa de que podem trazer muitos benefícios ao organismo. No entanto, estes mesmos alimentos ainda geram muitas dúvidas sobre os efeitos a longo prazo no organismo.

O que é e saiba se a carne de soja faz mal?

A soja é uma leguminosa que, de acordo com historiadores, surgiu nas regiões central e do norte da China, há mais de 5 mil anos. Esta planta foi levada à Europa pelo botânico Engelbert Kaempfer, em 1972, mas sua produção ficou limitada devido ao tipo de clima e às condições do solo presentes.

No Brasil, este grão foi introduzido à agricultura na década de 60, tornando-se uma das maiores produções hoje no país e no mundo. Atualmente, o Brasil é o segundo maior produtor de soja do planeta, perdendo somente para os Estados Unidos.

Segundo dados da EMBRAPA (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), o Brasil produziu, em 2014, cerca de 100 milhões de toneladas de soja, sendo que mais de 60 milhões de toneladas foram para exportação.

O grão de soja é um produto bastante versátil que pode ser consumido in natura ou transformado em diversos outros produtos processados, como a farinha de soja integral, o extrato ou leite de soja, os produtos fermentados de soja como o missô, o shoyu e o tempeh, o óleo de soja, assim como as proteínas de soja texturizada (a carne de soja), concentrada e isolada, entre outros.

Os produtos proteicos de origem vegetal que são obtidos a partir da soja, entre eles a carne de soja, são alimentos com altos teores de proteína em sua composição, entre 40% a 90%, que podem ser encontrados na forma texturizada, concentrada ou isolada, e que possuem um grande apelo nutricional e são frequentemente associados a uma vida mais saudável.

A carne de soja é produzida a partir da farinha de soja desengordurada, por um processo chamado de extrusão, que é realizado em altas temperaturas, e que tem como objetivo tornar o produto com uma estrutura e aparência mais próxima da carne bovina.

A carne de soja é rica em diversos nutrientes, sendo que cada 100 gramas deste produto contêm, aproximadamente, 38 gramas de carboidratos, 51 gramas de proteínas, 1,2 gramas de gordura e 4,3 gramas de fibras alimentares. Em função disto, o consumo deste alimento aumentou de forma considerável, principalmente por pessoas que desejam uma vida melhor. Mas muitos pesquisadores questionam se a carne de soja faz mal ou se realmente faz bem para a saúde.

Por que alguns especialistas acreditam que a carne de soja faz mal à saúde?

Um dos motivos para que se questione se a carne de soja faz mal está no fato de que boa parte da produção de soja atualmente é transgênica. Somente nos Estados Unidos, mais de 90% da produção de soja é geneticamente modificada e as culturas são pulverizadas com produtos que podem estar associados a diversos efeitos colaterais para a saúde.

Veja, a seguir, alguns dos motivos pelo qual a carne de soja faz mal, segundo algumas pesquisas e profissionais da área:

– Pode atrapalhar a produção de hormônios femininos:

O consumo de carne de soja pode gerar problemas de saúde porque a soja contém isoflavonas que podem atrapalhar a produção natural de hormônios.

Os estrogênios são hormônios esteroides encontrados principalmente em mulheres que desempenham um papel fundamental na regulação do desenvolvimento sexual. Os receptores de estrogênio não são muito seletivos em relação às substâncias que podem ativá-los, tais como as isoflavonas, o que pode interferir na função normal dos hormônios no organismo e gerando problemas de saúde.

– Pode atrapalhar a produção de hormônios masculinos

Um estudo realizado com um grupo de homens em uma clínica de infertilidade mostrou que aqueles que haviam comido mais soja nos últimos 3 anos tiveram a menor contagem de espermatozoides. Muitos acreditam que a carne de soja faz mal porque pode reduzir os níveis de testosterona, mas o efeito parece ser fraco e inconsistente.

– Pode aumentar o risco de câncer de mama

Algumas pesquisas mostram que as isoflavonas presentes na carne de soja podem aumentar os riscos de câncer de mama, pois estas possuem a capacidade de estimular a proliferação e a atividade das células epiteliais nos seios, que são as células com maior probabilidade de se tornarem cancerígenas. Por fim, outros estudos também mostram que a soja pode causar leves interrupções no ciclo menstrual, levando a atrasos ou menstruação prolongada.

– Pode atrapalhar a função da tireoide

As isoflavonas da soja também funcionam como goitrogênios, substâncias que interferem na função da tireoide. Eles podem inibir a função da enzima tireoide peroxidase, que é essencial para a produção dos hormônios desta glândula.

Um estudo com adultos revelou que 30 gramas de soja consumidos por 3 meses elevaram os níveis do hormônio estimulante da tireoide (TSH), um marcador de função da tireoide prejudicada.

E por que outros afirmam que a carne de soja faz bem à saúde?

Muitas pesquisas mostram que os produtos feitos a base de soja podem contribuir de forma positiva para a saúde. A soja é um produto nutritivo, rico em muitos nutrientes como a vitamina B6, o ácido fólico, a riboflavina, a tiamina, a vitamina K, além de conter diversos minerais, entre eles o ferro, o cálcio, o manganês, o selênio, o cobre, o fósforo e o magnésio.

Veja, a seguir, alguns dos benefícios deste produto e motivos pelos quais a carne de soja é saudável:

– Ajuda a fortalecer o sistema imunológico

As proteínas na carne de soja desempenham um papel importante no sistema imunológico, auxiliando na redução dos processos inflamatórios e também fortalecendo o sistema imune. Pesquisas mostram que os peptídeos presentes na proteína da carne de soja são capazes de inibir a expressão de substâncias pró-inflamatórias, entre elas as citocinas, atuando de forma a reduzir os processos inflamatórios crônicos no organismo.

Além disso, outros estudos mostram que estes peptídeos podem aumentar as defesas do organismo, reduzir o estresse e melhorar a circulação sanguínea no cérebro, sustentando, assim, que a carne de soja é saudável.

– Ajuda na redução de peso

Um dos grandes benefícios da carne de soja é que ela pode contribuir bastante no gerenciamento do peso, pois as proteínas presentes neste alimento ajudam a reduzir a velocidade do esvaziamento gástrico, aumentando, assim, a saciedade e contribuindo para o controle do apetite.

Além disso, estudos mostram que os peptídeos presentes na carne de soja podem aumentar a expressão dos receptores do hormônio colecistoquinina, que é responsável pelo aumento da sensação de saciedade.

– Auxilia na prevenção das doenças cardiovasculares

As doenças cardiovasculares são responsáveis por mais de 46% das mortes em todo o mundo no ano de 2012, representando um sério problema de saúde pública. Um dos principais fatores de risco para a ocorrência destas doenças é a síndrome metabólica, que é caracterizada pelo excesso de gordura abdominal, níveis elevados de triglicerídeos no sangue, alta pressão sanguínea e níveis elevados de glicose.

Estudos mostram que as proteínas presentes na carne de soja podem reduzir o risco de desenvolvimento de todos estes fatores, prevenindo as doenças cardiovasculares.

– Ajuda a evitar doenças em função do envelhecimento

O processo de envelhecimento pode aumentar muito o risco de desenvolvimento de determinadas doenças, entre elas a osteoporose e a sarcopenia, que são caracterizadas pela redução das estruturas óssea e muscular.

Em estudos realizados com um grupo que consumiu pelo menos 40 gramas de proteína de soja por um período de três meses, houve redução significativa nos riscos de fraturas em homens saudáveis.

– Aumenta o ganho de massa muscular

Um estudo realizado com homens jovens submetidos a treinos de resistência, com frequência de três vezes por semana, mostrou que o consumo de suplementos contendo a proteína de soja foi capaz de aumentar a massa magra após três meses. Além disso, muitas pesquisas mostram que as proteínas presentes na carne de soja auxiliam no aumento da massa muscular da mesma forma que as proteínas presentes no leite, e que sua combinação melhora ainda mais a disponibilidade de aminoácidos.

Conclusão

Os produtos obtidos a partir da soja, entre eles a carne de soja, são alimentos com altos teores de proteína em sua composição e que possuem um grande apelo nutricional, sendo muito associados a uma vida mais saudável.

A carne de soja é rica em diversos nutrientes, mas muitos pesquisadores ainda questionam se a carne de soja faz mal ou se ela realmente faz bem para a saúde.

Estudos mostram que a carne de soja pode trazer diversos benefícios à saúde, auxiliando no fortalecimento do sistema imunológico, ajudando a prevenir doenças cardiovasculares e evitando problemas gerados pelo envelhecimento do organismo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.