Hormônio: algum desses é a razão de você não está perdendo peso

0

Hormônio 1: Insulina

Este hormônio é secretado pelo pâncreas e desempenha um papel importante na manutenção dos níveis de glicose no sangue do seu corpo. No entanto, o consumo excessivo de alimentos processados ​​e lanches não saudáveis ​​pode causar o seu corpo a desenvolver resistência à insulina, afetando sua função para regular os níveis de glicose no sangue.

Isso pode levar ao ganho de peso ou até mesmo diabetes tipo 2.

O que fazer: Faça uma dieta balanceada, incorporando mais verduras e frutas verdes. Se isso é uma tarefa difícil, você sempre pode começar pequeno, reduzindo as bebidas açucaradas, como refrigerantes e chá de borbulhas (um deleite de vez em quando é bom!). Isso garante que você mantenha seu nível de açúcar no sangue sob controle.

Hormônio 2: Leptina

A leptina é o hormônio que sinaliza para o seu corpo quando está cheio. A resistência à insulina também tem um papel a desempenhar na elevação dos níveis de leptina. Infelizmente isso não significa que você está mais propenso a parar de comer. Em vez disso, pode levar à resistência à leptina e seu cérebro não poderá mais receber o sinal para parar de comer mesmo quando estiver satisfeito.

O que fazer: Frutose encontrada em alimentos processados ​​inibe seus receptores de leptina, optam por alimentos integrais em vez disso. Comer mais alimentos ricos em proteínas e ômega-3 também ajudará a regular os níveis de leptina.

Hormônio 3: Grelina

Comumente conhecido como hormônio da fome, estimula o apetite e aumenta a deposição de gordura. Os níveis de grelina são especialmente altos para as pessoas que estão fazendo dieta, e é por isso que dietas radicais geralmente levam à compulsão alimentar, esmagando seus esforços de perda de peso.

Um estudo publicado no Journal of King Saud University descobriu que os níveis de grelina diminuem apenas ligeiramente para os indivíduos obesos, o que significa que eles são incapazes de receber o sinal para parar de comer, mesmo que tenham comido o suficiente.

O que fazer: Para melhorar a função da grelina em seu corpo, evite alimentos açucarados que possam afetar a resposta da grelina após as refeições. Incorporar proteína em cada refeição também é uma ótima maneira de manter baixos os níveis de grelina, mantendo-o satisfeito por mais tempo.

hormônio

Hormônio 4: Hormônios da tiróide

A glândula tireóide na base do pescoço é responsável pela produção de hormônios – triodotironina (T3) e tiroxina (T4) – para manter o metabolismo do corpo.

O que fazer: Como sempre, uma dieta equilibrada é a chave para se manter saudável. Evite alimentos processados ​​com açúcar e conservantes. No entanto, se você suspeitar que tem problemas de tireóide, evite vegetais crus crucíferos como couve-flor e repolho, pois eles podem afetar a síntese de hormônios da tireóide. Não se preocupe, você não precisa abrir mão desses vegetais nutritivos, eles simplesmente os cozinham ou cozinham levemente para colher seus muitos benefícios. Aqui estão algumas receitas deliciosas de couve-flor para experimentar!

Hormônio 5: Testosterona

Não, este não é apenas um hormônio masculino, o corpo feminino também secreta testosterona. E desempenha um papel importante na queima de gordura e fortalecimento dos ossos e músculos para melhorar o metabolismo. Os níveis de testosterona tendem a ser menores entre as mulheres mais velhas, levando à perda de massa muscular e ganho de peso.

O que fazer: O exercício físico é uma ótima maneira de aumentar os níveis de testosterona. Além de cardio, tente incorporar mais treinamento de resistência como levantamento de peso para dar um impulso aos níveis de testosterona. Um equilíbrio saudável de proteínas, carboidratos e gorduras também é crucial quando se trata de otimizar os níveis de testosterona.

Hormônio 6: Cortisol

Sempre desejando lanches não saudáveis ​​enquanto você está ocupado tentando cumprir prazos apertados? Este hormônio do estresse pode ser o culpado por trás de seu sério ganho de peso.

Além de induzir desejos por coisas açucaradas, altos níveis de estresse também podem fazer com que seu corpo armazene mais gordura e estimule a maturação das células adiposas.

E se você estiver em uma dieta rigorosa, pode sair pela culatra.

O que fazer: Aprenda a reconhecer quando seu estresse é desencadeado para manter sua saúde mental sob controle. Mesmo quando estiver ocupado com o trabalho, reserve alguns minutos para praticar a respiração profunda ou a meditação para relaxar. Também é crucial alocar tempo suficiente para o sono.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.