Remédios caseiros para a conjuntivite – Tipos, causas e tempo de cura

0

A Conjuntivite acontece quando a conjuntiva (membrana que reveste a parte interna da pálpebra) do olho fica inflamada. O olho pode ficar vermelho, inchado e irritado, e pode haver muco. A conjuntivite infecciosa pode ser altamente contagiosa.

O que causa conjuntivite?

Várias coisas podem ser culpadas, incluindo:

  • Vírus, incluindo o tipo que causa o resfriado comum
  • Fungos e Bactérias
  • Algo que entre no olho e cause irritação, como shampoo, sujeira, fumaça e cloro de piscina
  • Uma reação aos colírios
  • Uma reação alérgica a coisas como pólen, poeira ou fumaça.
  • Reação alérgica de lentes de contato .

a conjuntivite

Conjuntivite pega?

Se a sua conjuntivite é causada por alergias, não é contagioso. Você pode frequentar seu local de trabalho ou de estudos normalmente. Mas é importante que a causa dessa alergia seja identificada, pois a conjuntivite continuará enquanto você estiver em contato com o que está causando isso.

Já conjuntivite viral e bacteriana pode se espalhar muito facilmente, assim como um resfriado comum. Se você tiver uma infecção em apenas um olho, tenha cuidado para não espalhá-la no outro olho. E tenha cuidado para não espalhar a infecção para outras pessoas.

Quanto tempo demora para curar a conjuntivite?

A maior parte dos casos de conjuntivite infecciosa desaparecem sem tratamento médico dentro de 2 semanas, e um médico pode sugerir vigilância e espera e também podem prescrever colírios como descongestionantes para reduzir os sintomas de inchaço e irritação. No entanto, os antibióticos podem ser prescritos se os sintomas forem graves ou se tiver durando mais de 2 semanas.

Qual tipo de bactéria causa conjuntivite?

No caso da conjuntivite bacteriana ela é uma infecção mais frequentemente causada por bactérias estafilocócicas ou estreptocócicas de sua própria pele ou sistema respiratório. Insetos, contato físico com outras pessoas, falta de higiene (tocar os olhos com as mãos sujas) ou usar maquiagem contaminada e loções faciais também podem causar a infecção. Compartilhar maquiagem e usar lentes de contato que não são suas ou que foram limpas inadequadamente também pode causar conjuntivite bacteriana.

Qual a diferença entre a conjuntivite viral e bacteriana?

Conjuntivite bacteriana é desencadeado por diferentes bactérias, como Staphylococcus aureus, Haemophilus influenzae, Streptococcus pneumoniae e Pseudomonas aeruginosa. Você também pode ter conjuntivite bacteriana através do contato entre um indivíduo infectado e a exposição a superfícies contaminadas. Para eliminar a infecção bacteriana, o paciente deve tomar antibióticos prescritos pelo médico.

A conjuntivite viral é transmitida por vírus pelo ar, que podem se espalhar por espirros e tosse. A infecção geralmente começa em um olho, mas se espalha rapidamente para o outro olho. Pessoas com conjuntivite viral também podem sentir coceira nos olhos e sensibilidade à luz. Olhos lacrimejantes também são comuns.

Ao contrário da conjuntivite bacteriana, a conjuntivite viral não responde aos antibióticos.

Como a conjuntivite é transmitida?

Para a conjuntivite bacteriana as bactérias podem ser transmitidas através do contato com um indivíduo infectado, exposição a superfícies contaminadas ou através de outros meios, como sinusite ou infecções de ouvido.

A conjuntivite viral é altamente contagiosos, os vírus transportados pelo ar podem ser transmitidos através de espirros e tosse. A conjuntivite viral também pode acompanhar infecções respiratórias superiores virais comuns, como o sarampo, a gripe ou o resfriado comum.

Você pode obter conjuntivite de infecções por doenças sexualmente transmissíveis, incluindo gonorréia e clamídia. Bebês recém-nascidos podem ser expostos quando passam pelo canal de parto de uma mãe infectada.

É possível ter conjuntivite em um olho só?

Sim pode. É mais comum ter conjuntivite em um olho só, a não ser que seja conjuntivite viral. Ela geralmente produz uma secreção aquosa e normalmente a infecção começa em um olho e se espalha rapidamente para o outro olho.

Quanto tempo leva para curar a conjuntivite?

Ter conjuntivite é desagradável, mas é fácil de tratar. Geralmente quem tem fica por cerca de uma a duas semanas. Isso é do primeiro sinal de infecção até que seja resolvido. Passando disso consulte um médico relatando os seus sintomas e o tempo em que você contraiu a doença.

Uma vez que seu médico tenha determinado se sua infecção é viral ou bacteriana e prescreveu a medicação correta, você estará no caminho certo para ficar bem logo.

O que fazer para curar a conjuntivite?

Tratamentos e remédios naturais podem potencialmente ajudar a prevenir a conjuntivite viral. Comer probióticos e uma dieta rica em vitaminas A, K, C e B pode ajudar a melhorar a saúde ocular e evitar infecções

Se você já está com conjuntivite tente esses remédios para aliviar seus sintomas e curar a conjuntivite mais rápido.

  • Lave todos os seus lençóis.
  • Tome suplementos de zinco.
  • Aplique compressas frias aos seus olhos.
  • Lave os olhos regularmente com água limpa.
  • Durma bem.
  • Hidrate-se bem para ajudar a acelerar sua recuperação.
  • Evite lentes de contato
  • Descarte a maquiagem

Pode pingar soro fisiológico no olho?

O soro fisiológico, apesar de se parecer inofensivo pois usamos para as mais diferentes situações, ainda pode ser lesivo à mucosa ocular e à córnea. No máximo limpe ao redor do olho usando um pano limpo molhado de soro fisiológico.

O que a conjuntivite pode causar?

A conjuntivite quando dado o início ao tratamento se depois 1 semana não houver melhoras ou houver piora, volte para o seu médico! Alguns tipos de conjuntivite em pessoas é altamente agressiva e pode levar a sérios danos na córnea. Podem causar ceratite (um tipo de arranhadura na córnea) como também úlceras de córnea e até ceratocone (condição crônica em que a córnea se curva para fora.)

Qual o período que a conjuntivite é contagiosa?

Após 1 semana depois dos sintomas  conjuntivite pode ser muito contagiosa, por isso é importante não ficar tendo contato com as pessoas.

Uma das diferenças entre terçol e conjuntivite é presença de uma secreção que sai do olho, que normalmente é amarelada. Isso acontece quando é conjuntivite. Outra diferença que é a principal e é inicialmente notada é presença de um nódulo, como se fosse um tipo de caroço na região. Que indica que é um terçol, pois a conjuntivite não possui qualquer sintoma parecido com esse.

Como posso saber se estou com conjuntivite?

O médico pode diagnosticar se você está com conjuntivite observando os sintomas e te fazendo algumas perguntas.

Sintomas da conjuntivite:

  • Olhos vermelhos
  • Lacrimejamento
  • Inchaço nas pálpebras
  • Corrimento verde ou branco do olho
  • Dor ou ardência  
  • Coceira Sensação de areia ou cisco nos olhos
  • Mais sensível à luz
  • Visão embaçada Sangramento

O que passar no olho com conjuntivite?

Um pano molhado com água morna para limpar suavemente quaisquer substâncias pegajosas. Faça isso com cuidado, para evitar irritar os olhos. Use um pano limpo para cada olho e a cada vez para não espalhar a infecção.

O que é bom para conjuntivite remédio caseiro?

A verdade é que um remédio caseiro para conjuntivite, como o gel de aloe vera ou pepino, pode tornar os sintomas da conjuntivite mais toleráveis ​​até que a infecção se resolva sozinha.

Alguns remédios caseiros para conjuntivite são:

Chá Verde

Os bioflavonóides presentes no chá verde – como o chá matcha verde – aliviam a irritação e a inflamação causadas pela conjuntivite enquanto combatem infecções bacterianas e virais. Prepare seu saquinho de chá verde normalmente e quanto estiver em uma temperatura suficiente para tocá-lo coloque-o em cima do olho infectado. Ou faça uma xícara de chá verde e molhe um pano limpo ou um pedaço de algodão para criar uma compressa quente.

Gel de Aloe Vera

Componentes em gel de aloe vera, como aloína e amodina, têm propriedades antibacterianas e antivirais. Seu benefício é a capacidade de reduzir a inflamação e acelerar a cicatrização. Depois de notar os sinais de conjuntivite, coloque gel de aloe vera ao redor do olho e da pálpebra, com cuidado para não deixar entrar no olho. Você pode passar os gel algumas vezes ao dia ou quando achar necessário.

Cúrcuma

A Cúrcuma tem  propriedades antibacterianas e pode aliviar os sintomas de conjuntivite. Também têm compostos de cura e reduz a inflamação. Adicione 2 colheres de sopa de açafrão em pó a 1 xícara de água fervida. Mergulhe um algodão ou um pano limpo na mistura e use-o como uma compressa morna.

Pepino

O pepino é rico em água, vitamina E e óleos naturais. Ele pode melhorar a circulação sanguínea da região afetada e acalmar a inflamação. Coloque uma rodela de pepino fresco em cima do olho afetado de 5 a 10 minutos durante algumas vezes ao dia, ou sempre que sentir necessidade.

Veja também – 5 problemas perigosos nos olhos para você NUNCA ignorar

Conjuntivite viral

A conjuntivite viral é frequentemente diagnosticada com base na história e nos sintomas da pessoa. Ela tende a ocorrer em ambos os olhos e geralmente acompanha um resfriado comum ou infecção do trato respiratório. Os exames laboratoriais geralmente não são necessários para diagnosticar a conjuntivite viral; no entanto, o teste pode ser feito se houver suspeita de uma forma mais grave de conjuntivite viral. As causas mais graves incluem o vírus herpes simplex (que geralmente envolve bolhas na pele), o vírus varicela-zoster (catapora e zona), rubéola ou rubéola (sarampo). Este teste é realizado usando uma amostra da descarga de um olho infectado.

A maioria dos casos de conjuntivite viral é leve e desaparece em 7 a 14 dias sem tratamento e sem consequências a longo prazo. Em alguns casos, no entanto, a conjuntivite viral pode levar duas ou mais semanas para resolver, especialmente se surgirem complicações.

 

Conjuntivite bacteriana

A conjuntivite bacteriana é causado por bactérias que infectam o olho através de várias fontes de contaminação. As bactérias podem ser transmitidas através do contato com um indivíduo infectado, exposição a superfícies contaminadas ou através de outros meios, como sinusite ou infecções de ouvido.

Assim como em qualquer infecção bacteriana, os antibióticos são necessários para eliminar as bactérias. O tratamento da conjuntivite bacteriana é normalmente realizado com colírios antibióticos tópicos e / ou pomadas oculares. O tratamento geralmente leva de uma a duas semanas, dependendo da gravidade da infecção.

Conjuntivite alérgica

As alergias afetam pessoas de todas as idades, embora sejam mais comuns em crianças e adultos jovens. Se você tem alergias e vive em locais com alta contagem de pólen, pó doméstico, pólen de árvores e grama, esporos de mofo, pêlos de animais, aromas químicos, como detergentes domésticos ou perfumes é mais vulnerável à conjuntivite alérgica.

Quais são os tipos de conjuntivite alérgica?

Conjuntivite alérgica vem em dois tipos principais:

Conjuntivite alérgica aguda

Esta é uma condição de curto prazo que é mais comum durante a temporada de alergia. Suas pálpebras de repente incham, coçam e queimam. Você também pode ter um nariz aquoso.

Conjuntivite alérgica crônica

Uma condição menos comum chamada conjuntivite alérgica crônica pode ocorrer durante o ano todo. É uma resposta mais suave aos alérgenos, como comida, poeira e pêlos de animais. Sintomas comuns vêm e vão, mas incluem ardor e prurido dos olhos e sensibilidade à luz.

Conjuntivite hemorrágica

A conjuntivite hemorrágica epidêmica aguda é caracterizada por quadro agudo de hiperemia ocular, dor, edema palpebral, sensação de corpo estranho, lacrimejamento excessivo, secreção ocular e fotofobia. Apresenta reação folicular, hemorragia subconjuntival e congestão ocular. A infecção é altamente contagiosa e frequentemente afeta ambos os olhos. Tem altíssima disseminação entre os contatos. Os sinais e sintomas apresentam-se após um período de incubação de 24 a 48 horas e persistem por três a sete dias, com resolução espontânea.

Conjuntivite dar febre?

A conjuntivite viral é altamente contagiosa. A maioria dos vírus que causam conjuntivite se espalham através do contato direto com as mãos ou objetos contaminados com o vírus infeccioso.

Dependendo da causa da conjuntivite viral, alguns pacientes podem apresentar sintomas ou condições adicionais, como a febre

Febre faringoconjuntival – uma síndrome que pode produzir conjuntivite, bem como febre e dor de garganta, e é mais comumente causada por infecção por sorotipos de adenovírus 3, 4, 5 e 7.

Conjuntivite na gravidez

Para prevenir a conjuntivite neonatal, a lei estadual exige que a maioria dos hospitais coloque gotas ou pomada nos olhos de um recém-nascido. No passado, os hospitais usavam nitrato de prata; Atualmente, os hospitais usam principalmente colírios antibióticos, como a eritromicina. Durante a gravidez e antes do parto, as mulheres com herpes genital devem consultar seu médico sobre maneiras de minimizar as chances de disseminação para o recém-nascido.

Conjuntivite neonatal

Recém-nascidos com conjuntivite desenvolvem drenagem dos olhos dentro de 1 dia a 2 semanas após o nascimento. A causa da conjuntivite neonatal é muitas vezes difícil de determinar porque, em muitos casos, os sintomas não variam por causa

Os tipos mais comuns de conjuntivite neonatal incluem os seguintes:

A conjuntivite por inclusão (clamídia)

Chlamydia trachomatis pode causar conjuntivite de inclusão e infecções genitais (clamídia). Mulheres com clamídia não tratada podem passar as bactérias para o bebê durante o parto. Os sintomas de conjuntivite de inclusão incluem vermelhidão do olho (s), inchaço das pálpebras e descarga de pus. Os sintomas provavelmente aparecem 5 a 12 dias após o nascimento. Cerca de metade dos recém-nascidos com conjuntivite por clamídia também tem a infecção em outras partes do corpo. A bactéria pode infectar os pulmões e a nasofaringe (onde a parte de trás do nariz se conecta à boca).

Conjuntivite gonocócica

Neisseria gonorrhoeae causa conjuntivite gonocócica, assim como a infecção sexualmente transmissível chamada gonorréia. Mulheres com gonorréia não tratada podem passar as bactérias para o bebê durante o parto. Os sintomas geralmente incluem olhos vermelhos, pus grossos nos olhos e inchaço das pálpebras. Este tipo de conjuntivite geralmente começa cerca de 2 a 4 dias após o nascimento. Pode estar associada a infecções graves da corrente sangüínea (bacteremia) e ao revestimento do cérebro e da medula espinhal (meningite) em recém-nascidos.

Conjuntivite química

Quando os colírios são administrados a recém-nascidos para ajudar a prevenir uma infecção bacteriana, o (s) olho (s) do recém-nascido pode (m) ficar irritado (a). Isso pode ser diagnosticado como conjuntivite química. Os sintomas da conjuntivite química geralmente incluem olhos vermelhos e um pouco de inchaço das pálpebras. Os sintomas provavelmente duram apenas 24 a 36 horas.

Outras conjuntivites neonatais

Vírus e bactérias diferentes de Chlamydia trachomatis e Neisseria gonorrhoeae podem causar conjuntivite. Por exemplo, bactérias que normalmente vivem na vagina de uma mulher e não são sexualmente transmissíveis podem causar conjuntivite. Além disso, os vírus que causam herpes genital e oral podem causar conjuntivite neonatal e danos oculares graves. A mãe pode passar esses vírus para o bebê durante o parto. No entanto, a conjuntivite por herpes é menos comum do que a conjuntivite causada por gonorréia e clamídia. Os sintomas geralmente incluem olho (s) vermelho (s) e pálpebras inchadas com algum pus.

Conjuntivite bebê

A conjuntivite em um recém-nascido pode ser causada por um ducto lacrimal bloqueado, irritação produzida pelos antimicrobianos tópicos administrados no nascimento ou infecção por um vírus ou bactéria transmitida da mãe para o bebê durante o parto. Mesmo mães sem sintomas (assintomáticos) no momento do parto podem transportar e transmitir bactérias ou vírus para bebês durante o parto.

Conjuntivite infantil

Os tratamentos para as causas comuns da conjuntivite neonatal são os seguintes:

  • Conjuntivite por inclusão (clamídia)
    Os médicos geralmente usam antibióticos orais para tratar a conjuntivite de inclusão.
  • Conjuntivite gonocócica
    Os médicos geralmente administram antibióticos intravenosos (IV) para tratar a conjuntivite gonocócica. Se não for tratado, o recém-nascido pode desenvolver ulcerações da córnea (feridas abertas na córnea) e cegueira.
  • Conjuntivite Química
    Uma vez que este tipo de conjuntivite é causada por irritação química, o tratamento geralmente não é necessário. O recém-nascido geralmente melhora em 24 a 36 horas.
  • Outras conjuntivites bacterianas e virais
    Os médicos geralmente administram gotas ou pomadas antibióticas para tratar a conjuntivite causada por outras bactérias além de Chlamydia trachomatis e Neisseria gonorrhoeae. Para conjuntivite bacteriana e viral, uma compressa quente no olho pode aliviar o inchaço e a irritação. Certifique-se de lavar as mãos antes e depois de tocar nos olhos infectados.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.