no

Quanto um fotógrafo profissional ganha por mês?

fotógrafo profissional
fotógrafo profissional

Você sabe quanto um fotógrafo profissional ganha por mês? Muitas pessoas que gostam de trabalhar com a fotografia costumam ter receio de investir nessa profissão por acreditarem que o salário é baixo e que não existe uma alta demanda para essa profissão. Mas será que isso é verdade? 

Antes de mais nada, é preciso entender que existem diferentes segmentos de atuação dentro da fotografia. É possível trabalhar com o fotojornalismo, a publicidade, eventos, editoriais de moda, enfim. 

São muitos mercados disponíveis para você escolher aquele que mais combina com a sua personalidade.

Isso significa que existe, sim, uma alta demanda para profissionais da fotografia. Logo, o que você precisa fazer para se destacar no mercado e ter sempre projetos novos é se profissionalizar e não ter medo de divulgar a sua marca.

Ao longo desse artigo, vamos falar um pouquinho sobre a média salarial de um fotógrafo no Brasil. Além disso, vamos também apresentar dicas para que você possa investir nessa profissão e trabalhar com o que você ama. Então não deixe de ler até o final! 

Sem mais delongas, vamos ao assunto principal deste texto. 

Quanto um fotógrafo profissional ganha por mês? 

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Foto-Imagem (Sindefoto) estabelece o piso salarial de R$1.333,76 para os fotógrafos. Logo, podemos considerar esse como salário inicial de um profissional especializado na área.

Porém, é importante frisar que os fotógrafos podem atuar em dois regimes diferentes: dentro da categoria CLT, em empresas e agências, ou como autônomos. Esse último é o modelo mais tradicional para esse tipo de profissional.

Como autônomo, você será responsável por precificar o seu trabalho e controlar suas finanças. Isso significa que o seu salário pode ser menor ou maior que o piso definido pelo sindicato. Tudo depende dos seus objetivos e da carga horária que estabelece para si mesmo.

Além disso, outro fator que influencia o seu rendimento é a precificação do serviço. Para desenvolver o melhor valor para os seus projetos, é preciso considerar as horas de trabalho, o seu equipamento, o espaço, a equipe e até mesmo a pós-produção. Assim, você define um valor justo para trabalhar.

Agora que você já sabe mais ou menos quanto um fotógrafo profissional ganha por mês, chegou a hora de falarmos um pouquinho sobre como você pode se profissionalizar e começar a atuar na área. 

Confira abaixo 5 dicas para se tornar um fotografo profissional:

Faça um curso de fotografia

O primeiro passo é estudar. Não há dúvidas de que um curso de fotografia pode ser o empurrãozinho que você precisava para entender melhor sobre os equipamentos, as técnicas de fotografia e até mesmo o mercado de trabalho.

Existem diversas opções de cursos pelos quais você pode optar, inclusive presenciais ou online. Logo, tudo depende da sua disponibilidade de tempo, orçamento e o melhor modelo de aprendizagem para você.

Treine bastante

Além de se profissionalizar com um bom curso de fotografia, tenha em mente também que a prática é imprescindível nessa área. Um bom fotógrafo está sempre treinando para desenvolver novas técnicas e o seu estilo próprio de trabalho.

Você pode treinar em casa mesmo ou pedir a ajuda de colegas que sirvam como assistentes ou até mesmo modelos. O ideal é que você esteja sempre buscando formas de se aperfeiçoar. 

Busque referências

Ter referências também é importante em qualquer profissão. No curso de fotografia, você provavelmente aprenderá sobre grandes fotógrafos. Com isso, você já terá uma ideia melhor de onde buscar essas referências.

Porém, não se limite a isso. Procure perfis no Instagram e portfólios online de fotógrafos que você admira. Então, comece a analisar o seu trabalho e veja o que pode ser aplicado em seu próprio estilo. Com o tempo, essas referências podem se tornar o seu diferencial no mercado. 

Não espere o equipamento perfeito

Muitas pessoas que querem saber quanto um fotógrafo profissional ganha por mês costumam pensar que é preciso ter a câmera perfeita para começar a trabalhar. Porém, a verdade é que você pode começar o seu trabalho com o equipamento que tiver em mãos e, quando puder, investir em câmeras e acessórios cada vez melhores.

Se você esperar pelo “momento certo”, talvez acabe perdendo o tempo de se profissionalizar e começar a atuar no mercado. Lembre-se do ditado: antes feito que perfeito! Não tenha medo de se arriscar com o que você já tem. 

Nunca deixe de aprender

Por último, vale lembrar que o mercado da fotografia é muito dinâmico e está em constante transformação. 

Logo, o ideal é que você fique sempre de olho nas tendências da área e nunca deixe de estudar. Assim, você se torna um profissional de destaque. Boa sorte!

3 dicas de como reduzir a retenção de líquidos

Jesus santo causas impossiveis – Oração tempo de Deus